Cristiano Ronaldo foi retido pela polícia e ameaçado de morte


Um noite de emoções fortes para Cristiano Ronaldo. Parado pela polícia num operação STOP, ficou retido por não ter documentos e foi ameaçado de morte por um transeunte, que foi preso.

ng2533174

Cristiano Ronaldo tentou evitar uma operação STOP, cerca da 1.30 da madrugada de sábado, em Madrid, noticia a radio Cope. Ao passar pela polícia, um dos agentes terá tocado com a lanterna na traseira da viatura de CR7, o que fez o futebolista português parar.

Segundo a Cope, Ronaldo saiu do carro bastante irritado com a polícia. Estava acompanhado da namorada, Irina Shayak, que o acalmou.

Como não tinha documentos, Ronaldo ficou retido pela polícia no local, até que alguém próximo lhos levou. Neste intervalo de tempo, que os média espanhóis não especificam, juntou-se uma dúzia de pessoas à volta do futebolista e da polícia.

Um dos transeuntes insultou Cristiano Ronaldo e terá ameaçado de morte o futebolista português. A polícia não tolerou a atitude e deteve o homem, que segundo a COPE passou a noite nos calabouços.