Professora primária portuguesa faz vídeo pornográfico na sala de aula


Uma professora primária usou a sala de aula para gravar vídeos pornográficos. As gravações eram vendidas, e pagas consoante o que estivesse disposta a apresentar. O Agrupamento de Escolas de Mértola reúne-se esta quarta-feira para decidir o futuro da docente, avança o jornal ‘i’.

professora pt

A direção da escola foi confrontada ontem, durante a habitual reunião de abertura do ano letivo, por uma encarregada de educação que relatou o caso. Os vídeos foram divulgados na Internet e entre os habitantes da região. Os pais já apresentaram queixa da professora à escola e à Câmara Municipal de Mértola.

Através das imagens, os encarregados de educação conseguiram identificar a sala de aula. No vídeo a docente despe-se, exibe-se e toca-se em frente à objetiva da câmara. Em uma das ocasiões a professora terá sido surpreendida por um aluno.

A professora primária filmava-se durante os intervalos e fora do período letivo, contou ao ‘i’ uma das primeiras pessoas a ver os vídeos. A docente vendia depois as imagens, sendo paga em função daquilo que estaria disposta a fazer.

A professora negou todas as acusações, afirmando que não é ela que está no vídeo, mas uma sósia. A mulher já contatou a PJ, que irá investigar a origem das imagens.

Contactada pelo CM, a direção do Agrupamento de Escolas de Mértola rescusou comentar o caso. Já Maria Manuel Sebastião, advogada que representa a professora, disse apenas que não pode falar sobre o assunto “porque é muito delicado”.

Fonte: cmjornal