Vídeo: Incendiário do Caramulo partilhou fotos no Facebook


O jovem que ficou em prisão preventiva por suspeitas de atear vários incêndios na Serra do Caramulo divulgou fotografias deste fogo na rede social Facebook.

Às autoridades confessou o crime e garante ter agido com a ajuda de outro jovem, agora emigrado no Luxemburgo. A Policia Judiciária vai pedir um mandado de detenção europeu.

A página do Facebook pertence ao jovem de 20 anos que confessou a coautoria de vários fogos na Serra do Caramulo.

fotos facebook incendiario

Depois de atear as chamas, o detido partilhou nas redes sociais um álbum de fotografias com imagens do combate aos fogos, a que o «CM» teve acesso. Chegou mesmo a homenagear o trabalho de Ana Rita, a bombeira de Alcabideche que morreu no incêndio.

O rapaz do concelho de Vouzela assumiu que nas noite de 20 e 21 de agosto, com a colaboração de outro homem de 28 anos emigrado no Luxemburgo, ateou, de mota e com um isqueiro, vários fogos na Serra do Caramulo onde, para além de Ana Rita, morreram mais dois bombeiros.

O suspeito mais velho tinha sido multado pela GNR por conduzir sem carta de condução e essa terá sido a motivação para o crime de fogo posto.

A detenção do jovem que ficou ontem em prisão preventiva envolveu as policias judiciárias de Aveiro e Coimbra

A PJ vai pedir a emissão do mandado de detenção europeu para o segundo suspeito.

Os dois poderão vir a ser julgados pelos crimes de associação criminosa, incêndio doloso e três homicídios.

Segue o vídeo: